Coletor de dados ganha força no varejo brasileiro |
Coletor de dados ganha força no varejo brasileiro

O uso intensivo dos coletores de dados vem aumentando a cada dia. Tamanho sucesso se dá ao fato do retorno sobre o investimento aparecer rapidamente, principalmente no que diz respeito à agilidade dos processos, melhoria do atendimento, redução de custos na operação e efetivo controle da empresa.

No segmento varejista, suas aplicações na retaguarda já são bem conhecidas, porém, nos últimos anos, o uso dos coletores de dados vem se mostrando eficiente também no ambiente da loja.

Abaixo listamos algumas possíveis aplicações que podem se tornar vantagens competitivas significantes às redes de varejo.

>> Inventário: Aplicação mais conhecida e usual, o inventário físico de estoque é realizado através de coletores de dados, oferecendo agilidade e precisão no controle do estoque físico sem ter que parar o funcionamento da loja ou das vendas.

>> Automação da força de vendas: Oferece ao vendedor interno a facilidade de consultar se o produto está disponível em estoque e onde ele se localiza, sem a necessidade de dirigir-se até o mesmo. Além disso, ajuda o cliente a localizar produtos e preços nas famosas “listas de casamento”.

>> Auditoria de preços: Elimina as possíveis divergências entre os preços apresentados nas etiquetas e os registrados na frente de caixa.

>> Papa-filas: Permite que promotores internos registrem antecipadamente os itens da compra, retirando os clientes da fila e acelerando o pagamento da compra.

Entre em contato com um de nossos consultores e agende uma avaliação gratuita sobre como otimizar os processos da sua loja utilizando coletores de dados e outros recursos de Mobility-AIDC.

0 Comentários









Mensagem:


, ,